terça-feira, 11 de setembro de 2012

Mulher: ame seu ventre!




Sabe aquela barriguinha localizada um pouco acima do púbis que ás vezes nos incomoda quando colocamos uma calça de cintura baixa ou quando vestimos o biquíni e que aparece linda e generosa no espelho? Pois é! Aí é que está nosso sagrado útero bem como nossos órgãos femininos internos responsáveis por nos dar o gênero de MULHER. Portanto, quando dizemos que queremos eliminar a barriguinha estamos amaldiçoando nosso “vaso sagrado” e tudo o que ele contém.

Do ponto de vista psicossomático isso pode gerar as famosas cólicas menstruais, dores no ato sexual, as prisões de ventre, dentre outras manifestações negativas em nosso corpo porque nosso receptáculo está em desarmonia com um falso senso de estética.

Reconhecer nosso ventre como centro de nosso poder feminino é estar em harmonia com a Deusa Interior. Por ele passa um friozinho toda vez que nos aproximamos do amor, ou quando estamos em perigo; ele nos dá vários sinais de cumplicidade e abriga a nova forma de vida.

Tocar o ventre é um ato de amor com a própria natureza feminina, experimente massageá-lo todas as vezes que sentir sua auto-estima baixa. Seu corpo agradece!

(Fonte: somostodosum.ig.com.br)